Fragmentos Betty Martins
.
.
.
._________o escritor original não é aquele que não imita ninguém_________mas sim aquele que ninguém pode imitar__________/// [Chateaubriand]
._______aos tão solitários loucos
.d´almas puras.nuas.
das vestes negras procurando_____o___________.cavalgar________.as enormes.gargalhadas
.
.
.
.Betty Martins________ como. sou cúmplice da loucura .dispo-tE________com o meu sorriso _____________ o meu livro_______________
.dans la tranquillité de mon esprit dans les couleurs dans la douleur et dans l'amour je vais en donner nom à chaque je fragment expectant portrait de moi__________/// ___________________ ______///____________ ______________///________
.de pé sobre o abismo e não morri.canto gregoriano muito limpo não me chegou________________ o fim _____________________catedral sobre o risco.sobre um azul tão grande que afundar-me podia ._____ao fundo do mais fundo mergulhei e não morri_________...________ .amei________[Ana Luísa Amaral]
__________///____________
.é tão "natural" destruir o que não se pode possuir - negar o que não se compreende - insultar o que se inveja_________________ [Honoré de Balzac]
______________________.




separa[te] 
do meu olhar no exíguo espaço que permanecem nos meus dedos vestígios de escrita espalhada na minha pele ou até mesmo no chão e as teclas são meus olhos seguem para o papel entre raios de luz poeiras e_____________horas linhas que seguem para o mesmo fim as sombras batem nas paredes e as palavras gritam.mudamente num silêncio de morte atravessam a rua tu__________________________________ … já ali!!! [a dor suprema dum abraço] os soluços das escadas teimam em se fazer ouvir da tua boca caíram livros no meu regaço faço traços arquitectando o sol-poente … nas folhas brancas um esboço !!! um céu caiu nos meus olhos e a dor …. é um fogo que vai moldando o meu corpo qual espada que atravessa o meu peito até aos limites do teu olhar ______________ ... 

 © Betty Branco Martins 

 Artist : Betty Martins
música desde novembro de 2004
PageRank
Retorno incorpóreo

Aos poucos tudo voltou a fazer sentido. Renascido das trevas, a luz impôs a presença e patenteia o caminho que perpetua o existir. Ele está aqui agora com mais pedras, que guardarei todas para construir um castelo rememorando o poeta. Aos poucos o dia alcançou a força exposta em resumo para não mais terminar. O tempo transporta horas apressadas ao ritmo de outrora e revela a vida no despertar quotidiano, inevitável, imperativo. Aos poucos o futuro é novamente abstracto, sem horizonte. Imprescindível na mente onde o que foi ausente agora é defronte, permanente e presente. Aos poucos o sorriso sustenta o sonho que conduz a essência ao peito. Confesso-me grato ao efémero que oculto cegou o resguardo e o respeito por mim que agora recupero aos poucos à integridade, socorro o corpo sem corpo, incorpóreo e a alma pode finalmente voar.

.____________________________///
Dedico a TI, Betty, estes rabiscos que me recolocaram na rota, num determinado momento da minha vida. Contigo, sustento as asas de um sonho, no mais alto voo a ser íris em arco aos olhos de Deus.

._________Paulo meu querido. beijO__ternO Intemporal

.posso ter defeitos
viver ansioso e ficar irritado algumas vezes___________mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo.e que posso evitar que ela vá à falência
.ser feliz
é reconhecer que vale a pena viver
apesar de todos os desafios - incompreensões e períodos de crise
.ser feliz
é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.é atravessar desertos fora de si.mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma
____________é agradecer a Deus
a cada manhã pelo milagre da vida
.ser feliz
é não ter medo dos próprios sentimentos.é saber falar de si mesmo.é ter coragem para ouvir um “não” é ter segurança para receber uma crítica.mesmo que injusta
.pedras no caminho?
.guardo-as todas
.um dia vou construir um castelo_________...
[Fernando Pessoa]